Sisutec 2018 – O que é, Como Funciona

O que é o Sisutec 2018

Conhece o SISUTEC 2018? Este é o Seleção unificada da Educação Profissional que recentemente abriu as inscrições para as vagas remanescentes dos cursos técnicos do seu processo seletivo. Mas, não conhece este programa? Saiba a seguir como funciona o Sisutec 2018.

sisutec

O SISUTEC 2018 é um sistema gerenciado pelo Ministério da Educação e através deste sistema as instituições públicas de ensino superior que oferecem vagas para quem passou pelo Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

O processo seletivo do SISUTEC pode ser realizado por qualquer interessado que tenha concluído o ensino médio e tenha feito o ENEM. Também o processo seletivo do SISUTEC é feito duas vezes por ano e sempre no inicio de cada semestre do ano. A inscrição do Sisutec 2018 é gratuita e em uma única etapa e exclusivamente por meio da internet.

As instituições de ensino superior público que optam por participar do SISUTEC ofertam vagas para este sistema e ao final do período de inscrição selecionam os candidatos com melhores notas no ENEM e dentro da média de corte para o curso selecionado.

Neste ano, a primeira fase de inscrição no SISUTEC 2018 registra mais de 380 mil inscritos e nesta primeira fase foram oferecidas 239.792 vagas em 117 cursos gratuitas espalhadas pelo Brasil; A primeira lista de aprovados foi divulgada em agosto.

Entre os cursos do Sisutec 2018 mais procurados foi o de técnico em segurança do trabalho, com 89.656 candidatos e na sequência os cursos de técnico de informática e o técnico em enfermagem. A maioria dos candidatos é na região nordeste (41%), seguindo da região sudeste, com 30% dos candidatos inscritos e finalizando com a região sul, com 14%.

Outros dados fornecidos pelo MEC na inscrição do último SISUTEC foi que a idade média dos candidatos varia entre 23 e 24 anos isso em todas as regiões.

O SISUTEC foi criado para aumentar o acesso aos cursos profissionalizantes já que a procura por curso de graduação na rede pública de ensino é maior que a demanda de vagas. Muitos cursos profissionalizantes são inclusive oferecidos em instituições bem conhecidas e de renome. Os cursos são oferecidos a estudantes que fizeram o ensino médio em escola pública ou e escola particular na condição de bolsista integral. Algumas instituições ainda reservam metades das vagas para os estudantes de baixa renda, com renda familiar inferior a um salário mínimo e meio por pessoa.

Este sistema de seleção e curso superior é válido para uma deficiência de demanda de mão de obra especializada em curso técnico que o mercado tem carência. Por isso, pode ser uma baita oportunidade para várias pessoas.

Leia Mais